Poema inicial



Poder-me-ão entender todos aqueles
de quem o coração for a roldana
do poço que lhes desce na memória.

Se alguma coisa vi foi com o sangue.
De alguém a quem o sangue serviu de olhos poderá
falar quem o fizer de mim.

LUÍS MIGUEL NAVA
Poesia Completa 1979-1994
Ed. Dom Quixote


voz - Cristina Paiva

música - Benga & Coki

sonoplastia - Fernando Ladeira

desvendado - Helena Ramos

2 comentários:

  1. Luís Miguel Nava
    (vou ter que ir explorar isto melhor)

    ResponderEliminar
  2. Que rápida!
    Está certíssimo.
    Parabéns!

    ResponderEliminar