Eu hei-de envelhecer assim



Eu hei-de envelhecer assim,
a fugir à frente dó tempo, sem parar,
a correr atrás do tempo, sem conseguir?
Eu hei-de envelhecer assim,
a sonhar, por ofício, um mês de Abril
cada dia mais distante?

Eu hei-de envelhecer assim,
ao tilintar de telefones e telexes
sem· silêncio para a música e para amar?

Eu hei-de envelhecer assim,
a matar, com afinco, diariamente,
o poeta que em mim ainda não morreu?

Eu hei-de envelhecer assim,
neste enredo de julgamentos e notícias,
sem a mão estendida do meu filho pequeno?

Eu hei-de envelhecer assim,
o fumo das reuniões, as pastas, os papéis
- e a alma, ferida, na gaveta fechada?

Eu hei-de envelhecer assim,
a vida escoando-se, esquálida, nesta sala,
e o sol, como um pássaro, nas árvores da Avenida?

Eu hei-de envelhecer assim,
lá fora a luz da tarde, o riso das raparigas,
o crepitar da cidade,

e eu aqui dentro,
longe de mim e do meu centro,
longe do mar, longe do sol, longe do vento?

JOSÉ CARLOS DE VASCONCELOS
de Repórter do Coração
Ed. Asa


voz - Cristina Paiva

música - Matmos

sonoplastia - Fernando Ladeira

desvendado - Ana Eustáquio

44 comentários:

  1. Será de Fernando Pessoa?
    Ana Isabel Duarte

    ResponderEliminar
  2. Olá Ana.
    Não não é dele :)
    Mais uma tentativa?
    Beijos
    Cristina

    ResponderEliminar
  3. Saúl Dias?

    beijinho
    Isabel Teles de Menezes

    ResponderEliminar
  4. E também não é do Saúl Dias. Não desista, não desista :)
    Beijos
    Cristina

    ResponderEliminar
  5. José Régio?
    Fernanda de Castro?
    Orlando Neves?

    beijinho

    ResponderEliminar
  6. Não:( Não é de nenhum deles. Que pena!
    Quem falará assim de telefones e telexes e notícias e reuniões e de Abril e da poesia...
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Bem... Quem fala de telexes e notícias é o eduardo guerra carneiro... mas...
    sinto que estou a atirar cada vez mais ao lado... :(

    talvez tente mais amanhã ;)

    beijinho

    ResponderEliminar
  8. Não, também não é dele.
    Obrigada e até amanhã:)
    Beijos
    Cristina Paiva

    ResponderEliminar
  9. Olá, olá :)
    Não, ainda não foi desta que acertou. Não é dele.
    Beijos
    Cristina

    ResponderEliminar
  10. Alexandre O'Neill?

    beijinho
    Isabel Teles de Menezes

    ResponderEliminar
  11. Sérgio Miguel Silva14 de abril de 2011 às 16:08

    Cecilia Meireles?

    ResponderEliminar
  12. José Jorge Letria?
    ou
    José Fanha?

    Ana Isabel

    ResponderEliminar
  13. Nem um nem outro :)
    Está difícil!
    Beijos
    Cristina

    ResponderEliminar
  14. Natália Correia?
    Ary dos Santos?


    Isabel Teles de Menezes

    ResponderEliminar
  15. Não. Não foi nenhum deles que o escreveu.

    ResponderEliminar
  16. Aqui fica uma pista: o autor é um homem :)

    ResponderEliminar
  17. Olá a ambas. Até agora ninguém acertou :( E reparem que já estão a repetir respostas :))
    Beijos
    Cristina

    ResponderEliminar
  18. Manuel António Pina (inseri há pouco o comentário, mas "eclipsou-se". Peço desculpa se estiver a repetir-me.)

    ResponderEliminar
  19. Olá :)
    Não está a repetir-se, pelo menos a este lado de cá só chegou um comentário seu. Infelizmente não foi ele que escreveu este poema. Mais uma tentativa?
    Cristina Paiva

    ResponderEliminar
  20. Improvável mas possível: José Saramago (pouco conhecido como poeta, mas porque não?).

    ResponderEliminar
  21. Olá. Não foi nenhum dos dois :(
    Desculpe a demora em responder, estivemos no ensaio do nosso Clube de Leitura em Voz Alta.
    Cristina Paiva

    ResponderEliminar
  22. Mais uma tentativa: Fernando Assis Pacheco?

    ResponderEliminar
  23. Olá boa tarde :-)
    Não, não foi ele.

    ResponderEliminar
  24. Olá olá :))
    Não, também não é dele. Não desista.
    Beijos
    Cristina

    ResponderEliminar
  25. Este já vale 5 pontos, esta semana.
    Já tínhamos dito: foi escrito por um homem que está vivo e bem vivo.
    Agora acrescentamos: é um autor muito ligado à imprensa.
    Alguém arrisca?

    ResponderEliminar
  26. Arriscar, arrisca-se sempre... Acertar, já é outra história... hehehe

    Pedro Tamen?
    José Jorge Letria?

    beijinho

    ResponderEliminar
  27. Olá:))
    Não, não é de nenhum deles :( Que pena!
    Beijos
    Cristina

    ResponderEliminar
  28. Muito, muito ligado à imprensa? Será José Carlos de Vasconcelos?

    ResponderEliminar
  29. Finalmente! Estava mesmo difícil, este. Parabéns, é dele, sim senhora.
    Bravo!! Ganha assim 5 pontos e passa para o 1º lugar juntamente com a Isabel Teles de Menezes.
    Beijos
    Cristina Paiva

    ResponderEliminar
  30. Ah! O poema é muito bonito!

    Não conheço bem a poesia de José Carlos de Vasconcelos; fiquei com vontade de ler este poeta, depois de tantas tentativas!
    Um abraço

    Ana

    ResponderEliminar
  31. Eu também gosto muito deste poema. E fico muito contente porque o objectivo é mesmo esse: suscitar alguma curiosidade que leve os leitores aos poetas.
    Ainda bem que não desistiu :)
    Cristina

    ResponderEliminar